Muitos são os fatores a se levar em conta na hora de escolher uma nova residência. Uma delas pode ser a comodidade e facilidade de um prédio com elevador. A dúvida: é mais vantajoso optar por uma construção que conte com essa estrutura ou por uma mais econômica? Tudo dependerá do seu estilo de vida, rotina, e claro, prioridades.

Prédio com elevador vale a pena?


Na hora de escolher entre um prédio com elevador e um que não conta com o equipamento a dúvida se isso vale a pena pode surgir. Os elevadores oferecem muitas vantagens como a facilitar a mobilidade e sua fácil utilização. Diferente dos que muitos acreditam, o consumo de energia desses equipamentos não precisa ser tão alto. Tudo vai depender do modelo instalado.

Contudo, é importante ressaltar que a taxa de condomínio pode ser um pouco mais elevada que a de residências que não contam com essa comodidade. Isso porque, os elevadores requerem manutenção para que funcionem minimizando os riscos à vida e bem estar dos moradores. Além disso, se o seu prédio conta com metragem reduzida, a instalação de um elevador pode retirar espaço útil. Entretanto soluções como os homelifts, cada vez mais compactas, têm minimizado essa desvantagem.

As vantagens de um prédio com elevador


Antes de mensurar se morar em um prédio com elevador é o que você precisa, conheça as vantagens dessas construções:

Praticidade


A vantagem mais óbvia de se morar em um prédio com elevador é a praticidade no dia a dia. Se você sobe e desce escadas apenas duas vezes ao dia, por exemplo, pode ser fácil. Mas se sua rotina envolve mais atividades essa pode ser uma tarefa desagradável. Atividades como voltar para almoçar em casa ou levar e buscar os filhos na escola te faria usar muito as escadas.

Além disso, imagine se esqueceu algo em casa e só se deu conta disso no térreo. Subir muitos andares de escada é cansativo, ainda mais quando se está com pressa. O elevador também facilita tarefas como subir com as compras, ou receber visitas de pessoas idosas, cuja mobilidade é reduzida. Assim, o elevador é um item que torna a vida muito mais prática.

Mobilidade


Um fator muito importante a se levar em consideração ao adquirir um novo imóvel é a mobilidade. Se você é uma pessoa jovem e saudável esse pode não ser uma questão para você no momento. Contudo, se pretende morar por muitos anos na residência, é algo a se pensar. Além disso, algumas situações devem ser pensadas. Seus pais ou seus avós, por exemplo, podem ter dificuldade com as escadas. Gestantes e pessoas com criança de colo também encontram problemas com as escadas.

Acessibilidade


Outro ponto muito importante é sempre optar por espaços acessíveis. As normas federais de acessibilidade determinam que prédios que tenham mais de 2 andares e que morem mais de uma família devem facilitar a instalação de elevadores adaptados para cadeirantes. Contudo, apesar da regra, cabe aos estados sancionarem suas próprias leis quanto a obrigatoriedade do equipamento. Assim, além da falta de praticidade, prédios sem elevador, em muitos casos, estão em desacordo com as normas legais o que pode desfavorecer futuros negócios relacionados ao imóvel.

Valorização


Além das comodidades para os moradores de um prédio com elevador, esses imóveis são empreendimentos muito vantajosos. Isso porque, ele torna o imóvel mais valorizado e requisitado no mercado. Isso acontece porque todos os benefícios citados acima chamam atenção de futuros compradores. Assim, se o seu objetivo é investir no mercado imobiliário, um prédio com elevador é uma ótima opção graças ao seu potencial de valorização.

Quando é obrigatório que um prédio tenha elevador?


Os prédios com elevador são indispensáveis para a acessibilidade e comodidade dos moradores. Ele é o equipamento que tem mais uso no cotidiano de um condomínio. Para a sua instalação existem normas regulamentadas que os espaços devem respeitar. Em algumas situações é obrigatório que o edifício conte com esse equipamento.

O Regulamento Geral das Edificações Urbanas e o Decreto-Lei 163/2006 de 8 de agosto são os documentos que referem as condições dos elevadores em prédios. No caso dos imóveis habitacionais, é obrigatório que edifícios que tenham mais de cinco pisos, ou quando a altura total entre todos os espaços exceder 11,5M contem com um elevador.

Como acontece a contagem dos pisos?


Um ponto muito importante na hora de determinar se a construção precisa contar com um elevador é contar os pisos. Para isso, lembre-se que todos os espaços de acesso comum como garagens ou caves têm que ser contabilizados. No entanto, é importante que mesmo em prédios menores é recomendado que existam equipamentos de acessibilidade.

Outras opções de acessibilidade


Para os prédios menores, em que não é possível incluir um elevador na estrutura, é importante considerar outras opções de acessibilidade. Para isso, é possível instalar plataformas elevatórias, cadeiras de escadas ou homelifts. Isso facilita a mobilidade entre os pisos.

Prédio com elevador é comodidade e praticidade


Os elevadores são ótimos equipamentos para transporte de pessoas, compras, carrinhos de bebê e pequenas cargas. Um prédio com elevador é ótimo para quem busca comodidade e é difícil encontrar construções de vários andares que não contem com o equipamento. Contudo, para residências mais antigas é possível que você se depare com esse problema. Para os prédios menores, algumas construtoras têm inserido equipamentos como elevadores específicos para carga, oferecendo praticidade aos moradores.






Fonte: https://www.casamineira.com.br/blog/predio-com-elevador/