Empresa especializada em vendas de imóveis de médio/alto padrão

Empresa especializada em vendas de imóveis de médio/alto padrão

Mesmo morando em um país tropical, algumas regiões do Brasil podem ter temperaturas extremas no inverno. E, sem o cuidado certo, sua piscina, que acaba sendo deixada de lado nessa época, pode acabar apresentando problemas. Para não ter aquele trabalho extra quando o verão voltar, organizamos 4 dicas valiosas para cuidar da piscina:

Limpeza

Aquela limpeza que você costuma fazer durante o verão também é necessária durante o inverno, ainda que com uma frequência menor. Esse tratamento garante uma durabilidade maior em seu revestimento, assim como nas instalações. Procure aproveitar o início do inverno para investir em uma limpeza especializada, já que nessa estação mais fria as pessoas tendem a esquecer da sua piscina e, com isso, o preço de manutenção cai consideravelmente. A manutenção costuma custar cerca de R$ 1.000,00 nos meses mais quentes e cair para cerca de R$ 500,00. A oferta de mão de obra especializada também sobe, pois os melhores profissionais acabam tendo uma folga na agenda durante o inverno. Cobri-la com uma lona ainda é uma das melhores opções. Contudo, é importante deixar o material bem esticado para evitar a formação de poças durante os períodos de chuva e, quando isso acontecer, estar sempre atento para fazer o escoamento da água e evitar que haja o foco do mosquito da dengue em uma área da sua casa. Escolha um dia mais quente da estação para fazer uma manutenção mais pesada, como escovar os azulejos ou polir a fibra. Isso vai garantir maior vida útil e uma limpeza garantida para a próxima estação.

Equipamentos

Bombas e outros equipamentos também merecem descanso e manutenção. Se na estação anterior alguma coisa parecia fora do lugar, aproveite o inverno e os preços baixos das empresas e mande tudo para a revisão. O motor é um dos componentes que costuma dar mais problema, leve-o para lubrificar, ajustar possíveis defeitos e deixar tudo em ordem para as épocas mais quentes. Sabe aquela boia ou flutuador que passou o inverno todo coberto dentro da piscina? Trate de não repetir o erro neste ano. Retire todos os equipamentos e objetos que podem fazer saliências na lona ou que fiquem na água. Além de piorar a qualidade e a rapidez da manutenção, esses equipamentos típicos de verão podem ser causa de fungos e bactérias.

Esvaziar ou não?

Atualmente os materiais de que são revestidas as piscinas necessitam de água para deixá-los “hidratados”. Portanto, retirar toda a água pode acabar trincando azulejos e fibras e deixando o custo da manutenção ainda mais caro no verão. O melhor é esvaziar cerca de 50 cm e deixar o restante da água, sempre mantendo o PHD e o cloro como se ela estivesse sendo usada.

Reformas

Trincou um azulejo, apareceu um buraco ou um pontinho verde indesejado na piscina durante o verão ou mesmo no meio do inverno? Aproveite a estação fria e faça as reformas necessárias. Embora elas demorem um pouco mais para secar e serem finalizadas, o preço é bem menor e a qualidade muito maior se comparadas ao mesmo serviço durante os meses do verão, que tende a ser mais disputado.        
Fonte: https://www.lopes.com.br/blog/decoracao-paisagismo/faca-voce-mesmo/cuidar-da-piscina-no-frio/

ENCONTRE UM IMÓVEL

© 2021 | Desenvolvido por Orions Sites