A instalação da energia solar residencial tem se tornado cada vez mais comum. Essa alternativa pode ainda ser mais econômica que a energia elétrica quando avaliamos seu custo a longo prazo. Além disso, desde 2012 o governo oferece incentivos para o uso de energias renováveis pela população.

Ainda assim, algumas pessoas ainda têm dúvidas sobre a tecnologia fotovoltaica e os seus benefícios no dia a dia. Por isso, preparamos esse artigo com os principais pontos sobre o assunto para te ajudar na hora da sua escolha. Confira!

O que é a energia solar?

Antes de falarmos sobre os custos e benefícios da energia fotovoltaica, precisamos entender o que de fato é a energia solar. Assim, ela é uma fonte alternativa, renovável e sustentável de produção de energia. Utilizando a luz do sol como princípio, ela pode ser aproveitada para aquecimento por exemplo.

O conceito de energia solar é muito associado à energia fotovoltaica, que é a geração de energia elétrica tendo a luz do sol como fonte. Aqui, quando a luz solar é captada por meio de painéis solares, ocorre a transformação de corrente elétrica. Desse modo, ela pode ser utilizada em residências, estabelecimentos comerciais e até mesmo indústrias.

Os usos da energia solar


Diferente do que muitos acreditam, a energia solar pode ser usada de formas que vão muito além de simplesmente aquecer a água da sua piscina. Ela pode ser usada como geração fotovoltaica de energia elétrica, na iluminação pública e até mesmo em sistemas de uso coletivo como centros comunitários. Para isso, basta utilizar a tecnologia correta para se aproveitar a energia solar. As principais delas são: Energia Solar Fotovoltaica, Energia Solar Térmica e Energia Heliotérmica.

Energia solar fotovoltaica

Esse é o modelo de fonte de energia limpa que mais se populariza no mundo, isso porque, ela pode ser diretamente convertida em energia elétrica. Usando materiais semicondutores como silício cristalino é possível converter a energia luminosa em energia fotovoltaica.

Essa tecnologia existe há mais de 100 anos e hoje é a mais comum nas residências de quem opta por utilizar a energia solar para gerar energia. Para que ela funcione é preciso que o que chamamos de “célula fotovoltaica” seja instalada dentro de um painel solar. Esse painel garante a sua proteção e durabilidade. Por sua vez, esse painel solar será conectado em um sistema solar fotovoltaico composto por:

·         Painéis solares

·         inversor solar

·         sistema de fixação das placas solares

·         cabeamentos

·         conectores

·         e outros materiais elétricos padrões

Energia solar térmica


Essa é uma forma de energia alternativa para aproveitamento de energia solar. O objetivo é gerar energia térmica ou energia elétrica para o uso na indústria ou em residências. A primeira instalação desse tipo de captador aconteceu em 1910 no deserto do Saara e um motor foi alimentado pelo vapor produzido pelo aquecimento da água utilizando a luz solar.

Energia solar heliotérmica


Outra maneira de se utilizar o calor da energia solar é por meio da energia heliotérmica. Para gerar energia elétrica, utilizam-se concentradores, como espelhos, para focar energia em um ponto específico. Isso pode acontecer no topo de uma torre ou em um tubo a vácuo. Assim, o líquido é aquecido e o vapor alimenta uma turbina elétrica.


Os benefícios da Energia Solar


Como dito, a energia solar é uma fonte renovável e por isso apresenta diversos benefícios para o meio ambiente. Contudo, essa não é a única vantagem de se instalar os painéis solares. Eles podem ser muito benéficos para o seu bolso também.

Sistemas de energia solar utilizam energia limpa e pura do sol. A instalação dos painéis solares nas residências pode ajudar no combate às emissões de gases do efeito estufa na atmosfera. Além disso, a dependência dos combustíveis fósseis como o petróleo também é reduzida.

Quanto ao custo-benefício, quem utiliza a energia solar térmica ou fotovoltaica pode economizar muito dinheiro. Um sistema fotovoltaico de 6kWp economiza para o seu dono por volta de R$ 250.000,00 ao longo de 30 anos. O investimento inicial pode ser alto, mas o dinheiro economizado ao longo dos anos acaba compensando.


Mas e quando o dia está nublado?


Aqui, precisamos lembrar que os painéis de captação continuam funcionando mesmo em dias nublados e chuvosos. Isso porque, eles dependem da incidência dos raios violetas e não do calor. Portanto, há energia solar quando não há sol. A produção varia em dias cinzentos, mas não deixa de existir. E o mesmo ocorre durante a noite, já que existem baterias para garantir o armazenamento de energia.

O trabalho do profissional que fará a instalação dos painéis é fundamental. Ele precisa estimar a média de insolação da região, além de sua capacidade energética. Assim, é possível evitar um baixo desempenho em dias nublados ou chuvosos.

Além disso, a instalação de sistemas de energia solar ganhou impulso após 2012. Isso porque, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) criou incentivos para a modalidade chamada de Geração Distribuída (GD). Trata-se de uma modalidade de produção de energia que pode ser realizada pelo próprio consumidor. Eles podem ser divididos em dois tipos: o primeiro é chamado de local, e constitui a maior parte das unidades existentes do Brasil. Aqui o sistema é instalado em uma única residência, condomínio, comércio ou indústria. O segundo é chamado de remoto e são associados a um único titular, que possui duas ou mais unidades de geração em locais distintos.

Basicamente a norma de Geração Distribuída prevê que os consumidores podem ceder o excedente de energia produzido para o sistema geral. Basicamente ele funciona como um crédito, que pode ser consumido pela unidade em energia proveniente da distribuidora quando necessário. Ou seja, em dias ensolarados o consumidor pode não utilizar toda a energia produzida, mas ela pode ser usada para compensar a queda de produção em dias nublados ou durante a noite.


Quanto custa ter energia solar em casa?


Os valores aqui podem variar. Contudo, um painel de energia solar de 330 Watts custa aproximadamente R$849,00. Precisamos lembrar que o preço de um painel de energia solar varia de acordo com a cotação do dólar e esse valor têm oscilado com os anos.

A variação de preço dependerá do fornecedor que você escolher e é relacionado à qualidade dos componentes utilizados. Fatores como o tamanho da empresa e a complexidade da instalação também podem influenciar. Assim, o custo de projeto completo de um sistema de energia solar fotovoltaica residencial é de aproximadamente R$15.000,00. Algumas empresas permitem que você faça simulações para determinar o valor e qual é a melhor opção para os seus gastos.


Quando meu consumo compensa a instalação de um sistema de energia solar?


Aqui é preciso ter uma noção básica do seu consumo de energia. Isso porque, quanto mais cara for a conta de luz do consumidor, mais vantajoso deve ser o sistema. Mesmo que o investimento inicial seja maior, a economia de energia acaba compensando.

Um bom exemplo é quando pensamos em uma casa cuja conta de luz é de R$500,00. A estimativa é de que sejam recuperados R$6.000,00 por ano e em quatro anos é possível ter o retorno do valor total investido. Assim, verifique se a sua residência possui um local adequado para a instalação dos painéis e procure uma empresa de confiança para a instalação.







Fonte: https://www.casamineira.com.br/blog/energia-solar-residencial-preco-da-instalacao-e-como-funciona-o-financiamento/