Se você tem os recursos necessários para quitar um imóvel logo na entrada, é possível que você esteja se perguntando: o que vale mais a pena, comprar imóvel à vista ou financiado?

A lógica aqui é que você pode deixar boa parte do seu dinheiro aplicado em alguma renda fixa com liquidez (como é o caso do Tesouro Selic), enquanto utiliza alguma linha de financiamento para quitar a compra do seu imóvel.

Isso porque quando a taxa SELIC for 20% maior que a taxa do financiamento habitacional, vale mais a pena pagar apenas a entrada, buscar um financiamento para o imóvel e deixar o restante do seu dinheiro aplicado, rendendo juros para você.

Parece difícil, mas na verdade é muito simples: vem com a gente que você vai entender tudo sobre esse assunto!


Comprar imóvel à vista ou financiado? Veja qual vale mais à pena


Se a Selic for 20% maior que a taxa de financiamento, é mais rentável fazer um misto entre aplicação financeira e financiamento, economizando com inteligência para dar uma entrada significativa e financiar o restante de forma que não comprometa o seu orçamento.

A vantagem disso é que, além do seu dinheiro render mais que os juros cobrados pelo crédito imobiliário, você continuará tendo o dinheiro em mãos, ou seja, terá mais liquidez do que se tivesse utilizado o dinheiro inteiro na compra do imóvel.

Durante muitos anos, a taxa Selic sempre esteve muito acima da taxa de juros de financiamento habitacional. Ou seja, historicamente, financiar foi uma opção mais vantajosa e segura.

Contudo, desde que a Selic, que é a taxa básica de juros do Brasil, caiu para valores historicamente muito baixos, as linhas de crédito imobiliário se tornaram muito mais baratas. 


comprar imovel a vista ou financiado quando vale a pena


Na imagem acima, vemos como descobrir se vale mais à pena comprar imóvel à vista ou financiado.

Como falamos anteriormente, financiar vale mais à pena que pagar à vista apenas quando a Selic estiver 20% acima da taxa de financiamento. Entretanto, como mostra a imagem, hoje essa relação está negativa. 

Ou seja, atualmente, vale mais à pena comprar o imóvel à vista do que financiado.

Além disso, se você não possui uma boa disciplina financeira para deixar o seu dinheiro aplicado ou não consegue conviver com uma dívida por muitos anos, o ideal é financiar menos, afinal, o seu conforto psicológico é o mais importante.


Quando financiar o imóvel vale à pena?


Usado com inteligência, o financiamento imobiliário pode ser uma excelente opção para quem deseja comprar um imóvel, principalmente se for o primeiro.

Para quem vive de aluguel, por exemplo, o valor da parcela de um imóvel pronto para morar pode substituir o aluguel pago mensalmente. Agora, se o imóvel for comprado na planta, aluguel e prestação deverão se somar, o que tornará o processo tão pesado quanto poupar para comprar à vista.

Portanto, se você mora de aluguel, financeiramente falando, a compra de um imóvel pronto é mais vantajosa.

Além disso, imóveis são bens caros, que exigem um volume considerável de recursos para serem adquiridos. Por isso, é normal que a grande maioria das pessoas necessite utilizar um financiamento imobiliário

E para quem quer evitar juros, uma outra opção é o consórcio de imóveis.


Financiei o imóvel e a Selic caiu, o que fazer?


Se você optou por financiar o imóvel, deixando parte do seu dinheiro aplicado, e a taxa Selic caiu (diminuindo a rentabilidade dos seus recursos e o custo da linha de crédito),  há duas possibilidades.

A primeira é utilizar o recurso aplicado para quitar o financiamento, opção acessível, já que o sistema SAC (Sistema de Amortização Constante), utilizado na grande maioria dos financiamentos, cobra apenas os juros do período utilizado em caso de quitação ou amortização.

A segunda é fazer a portabilidade de seu financiamento para uma taxa mais competitiva em outra instituição financeira.  

Ademais, muitos bancos possuem condições especiais para diversos tipos de clientes, afinal, para eles um relacionamento de vários anos, como é o caso do financiamento pode permitir que você faça mais negócios no futuro, já que eles entendem e comprovam, por meio de estudos, que clientes fidelizados pelo financiamento habitacional terão um longo histórico com o banco.

Há também a possibilidade de conseguir descontos nas taxas com pequenas ações: débito automático da prestação do financiamento, transferência da conta salário para o banco, dentre outras, que, sem dúvida, vale a pena observar e seguir.

Resumindo, um bom investimento imobiliário é aquele que se faz de forma consciente e principalmente respeitando os limites de seu orçamento. Por isso, sua escolha dependerá não apenas das taxas envolvidas, mas principalmente do seu planejamento econômico para o futuro.



Fonte: https://www.casamineira.com.br/blog/financiar-ou-pagar-vista-confira-melhor-opcao-para-voce/